Para Lama de Plástico Grande com R$25

Para Lama de Plástico frontal

Paralama Frontal

Muitas pessoas nos perguntaram como nós fizemos os super para lama de plástico tamanho GG.

O assunto é de interesse, pois para-lamas como esses de marcas “da gringa” (planet bike, topeak etc), podem passar facilmente de R$100,00. Outro ponto fraco de alguns para-lamas é o sistema de fixação, nem sempre  tão eficientes.

Para Lama de Plástico Barato

Por conta desses 2 fatores resolvi fazer um para-lama que fosse barato (apenas R$25,00 o par), grande e de fixação firme na bike. Para isso compramos 3 pares de para-lamas de plástico simples  e pequenos desses arredondados (R$10,00 cada par), e transformamos eles em 2 pares de para-lamas grandes (um para min e outro para a Ana).

 

Gosta do nosso conteúdo? Receba as novidades em primeira mão!

Foto 2 - Detalhe no tamanho do para lama de plástico traseiro

Foto 2 – Detalhe no tamanho do para-lama traseiro

Basicamente instalei um par de para-lamas na bike e verifiquei quais seriam os tamanhos ideais para eles.

Comecei com o paralamas frontal. Ele deveria ser grande o suficiente para me proteger e proteger a corrente da bike de nos sujarmos, mas não tão grande a ponto de raspar no chão e se quebrar (para solucionar o problema de se quebrar fizemos esse para-barro).

Para o para-lama traseiro, um bom tamanho seria um que alongasse até abaixo do tubo inferior do quadro (veja foto 2, para que a sujeira não bata no quadro e espirre por tudo, inclusive na corrente), e para a parte de trás do para-lama traseiro o ideal é que ele se prolongue pelo menos até a linha vertical máxima do pneu, isso vai te proteger da tradicional “bunda molhada” , mas não protegerá  quem está pedalando atrás de você (por isso se você vai pedalar em grupo o ideal é que o para-lama traseiro seja um pouco mais longo, assim seu parceiro de trás não vai sofrer com a “lama no zóio”, eheheh).

Pois bem, sabendo o tamanho dos para-lamas, marquei os locais que precisaria cortar e esquentei uma faca velha no fogão, fiz os cortes no para-lama adicional e depois dei um acabamento com uma lixa.

Foto 3 - Detalhe na imenda do para lama de plástico

Foto 3 – Detalhe na imenda do para lama de plástico

Após cortados, posicione o pedaço adicional de para-lamas sobre o para-lamas instalado na bike e faça 3 furos (veja foto 3) com o tamanho suficiente para passar uma abraçadeira plástica (tente não fazer os buracos grandes demais, pois quando você pegar uma chuva, a agua pode entrar um pouco pelos buracos e fazer uma sujeira de leve na sua bike/para-lama).

Você vai perceber que por causa do tamanho avantajado dos para-lamas eles vão ficar um pouco molengas, por isso você vai precisar daquelas hastes de para-lamas de barra forte, comprei 2 de inox por R$5,00 cada que foram instalados com abraçadeiras plásticas (veja última foto)

Para dar um “Tchan”, fiz uma fixação extra nos para-lamas usando o mesmo esquema de furo com faca quente e abraçadeira plástica, com isso o para-lamas fica super firme.

Gostou deste conteúdo? Se inscreva e receba conteúdo exclusivo!

Camisetas Algodão Orgânico Pedrilhos - Conheça. Conheça também as Camisetas de Algodão Orgânico Lisas em nosso site Parceiro.

André Costa

Ciclista desde que se entende por gente, viaja de bicicleta desde 2008 e quer te encorajar a pegar a bike e encarar a estrada. Saiba mais ->

Você pode gostar...

  • Wow!
    Ninja o esquema hein?
    Com certeza vou fazer pra mim.
    Tô montando uma outra bike, providencial o post.

    Abraço!
    E sigam com as engenhocas!

    😉

    • Opa!!
      Valeu Cabelo, massa que gostou!!!
      Pois é, essa foi a solução que arranjamos para a falta de paralamas bons e baratos no mercado! eheheheheh

      Vou te falar ein, paralamas com parabarro assim faz toda a diferença… Pra bike ficar total sem manutenção agora só falta um protetor de corrente, kkkk

      Pode deixar, sempre estamos bolando alguma maluquisse…… =)

      Abração!!

  • Joaquim

    Gostei mas sera que da certo para trilha, saberia me dizer , é que aquele barro nas costas e pernas amola ou teria outra ideia. Obrigado

    • Olá Joaquim!! Que bom que gostou do sistema!!! =)

      Eu te diria que não existe sistema de fixação mais confiável do que as abraçadeiras plasticas de qualidade !!!
      Nós já rodamos com esses paralamas por todo o Vale Europeu em SC, e por mais uns 3mil Km de muita trepidação e buraco, além da descida e subida da serra da Graciosa(que é de paralelepípedo).

      Em todo esse tempo sempre me mantive limpo e seco graças aos paralamas! =)

      Claro, a fixação tem que ser bem feita, e de preferência usando abraçadeiras plásticas de expessura média (não pode ser as muito fininhas pois elas não aguentam muito). Um bom teste para você saber se a abraçadeira é boa, basta fechar uma, e tentar abrir ela com a força da sua mão, se você não conseguir abri-la ela é boa! =)

      É isso aí! Abração!

  • Parabéns, esses pára-lamas ficaram bem feitos, pena que eu cai na idéia e comprei um da gringa queimei grana a toa, mas se um dia precisar de cobre-corrente já sei de quem vou cobrar hahaha
    abração

    • Fala Juliano!!! Com certeza o seu paralama deve ser muito fera também, aproveite ele por bastante tempo e não deixe de pedalar na chuva que com certeza ele vai valer cada centavo!!! =)

      Poisssss é!!! ahahah, estou pensando seriamente em fazer um cobre corrente, mas percebi que vai ser bem complicado por causa das marchas da coroa…. Cochece algum que funcione bem pra eu ter umas idéias? eheheheh

      Abraçoo
      Valeuu!!!

  • Legal o posto pessoal! Vocês compraram os paralamas de plástico aqui em Floripa? Podem dizer onde? Quero montar igual.

    Abraço.

    Boas pedaladas.

    • Fala Lúcio,
      obrigado pelo comentário!!!

      Compramos os paralamas na CicloBike (ali perto do Cic). Foi o lugar que encontrei o melhor preço!!!
      Opa, quando fizer, se puder tirar fotos pode nos enviar que colocamos no Post!! Já tem algumas fotos que uns amigos que fizeram enviaram, só não deu tempo ainda de colocar no post! =)

      Valeu, qualquer dúvida é só perguntar!
      Abraço!!
      André Costa

  • Vinícius

    Pessoal,
    parabéns pela engenhosidade.
    Eu estou quebrando a cabeça para instalar paralamas na minha bike (Canadian X-Terra): testei alguns de aço em bicicletarias e não ficaram bons.
    Na parte traseira o quadro não possui aqueles furos onde os tubos se encontram e corro o risco de perder a garantia caso eu fure o quadro.
    Como disseram os importados são super caros.
    Então estou propenso a copiar a idéia de vocês.
    Será que dá para postar uma foto que mostre ele inteiro na parte traseira?
    Na frente achei tranquilo, mas na traseira ainda estou com várias dúvidas.
    Abraços.

    • Olá,
      muito obrigado pelo comentário, valeu mesmo!

      Bom, como extamente quer a foto traseira? Alguma que apareça a haste presa no quadro?

      Então, se sua bike não tem furos, o que é possível fazer é utilizar uma abraçadeira de metal presa no quadro, essa abraçadeira que vai segurar as hastes de metal que são necessárias nos paralamas longos.
      Essas abraçadeiras são facilmente encontradas em lojas de ferramentas. Quando for compra-lá, vá de bike para poder testar o tamanho da abraçadeira. Se não quiser “machucar” o quadro, basta passar uma fita isolante ou silver tape no lugar onde a abraçadeira vai ficar presa. Deu pra entender mais ou menos?

      Furar o quadro nunca é uma opção, heeheheh, pode estragar a estrutura do mesmo e danificá-lo seriamente =)

      Vamos conversando!!!!
      Valeu!
      Abração!!!

  • Luciano

    Olá Ana e André. Acordei curioso para ver o site depois da nossa conversa de ontem após a bicicletada. O site é muito bem feito, parabéns. Aproveito para divulgar o site do IHT http://www.harmonianaterra.org.br/ e o texto do Conduta Consciente em ambientes naturais http://www4.icmbio.gov.br/parnaso/index.php?id_menu=80 , que vai na mesma direção do “Tudo que aprendi…” do pedarilhos. Abraço, e boas pedaladas.

    • Valeu Luciano!!!! Valeu dos sites tbm, estou acessando!

      Foi muito massa a conversa que tivemos! Espero que nos encontremos em breve novamente, principalmente se for na bicicletada =)

      Abraçooo
      André e Ana

  • Pingback: Going Southbound()